Atendimento: (27) 2124-1000

Filhas de Jó

Role para baixo para visualizar

Filhas de Jó

A ordem foi fundada em 1920 a fim de oferecer uma oportunidade para mulheres jovens de trabalhar juntas, aprender sobre si mesmas e ajudar os outros. A organização é aberta a meninas com idades entre 10 e 20 que possuam parentesco maçônico. Não segue nenhuma religião específica, mas exige que os membros tenham uma crença em Deus.

Nossa fundadora, a senhora Ethel T. Wead Mick, carinhosamente chamada pelas filhas de Jô de mãe Mick, era esposa de maçom e membro da Ordem Internacional da Estrela do Oriente. Ela percebeu a importância dos ensinamentos recebidos de sua mãe desde a sua infância, especialmente as belas lições encontradas no Livro de Jó. Decidiu então dedicar parte do seu tempo e talento para tornar possível para todas as moças compartilharem este privilégio que ela tinha. Após anos de estudo e considerações minuciosas, com grande ajuda de seu marido, o maçom Dr. William H. Mick e outros colaboradores, surgiu a Ordem Internacional das Filhas de Jó, que anos seguintes teria seu nome modificado para Filhas de Jó Internacional.

Por mais de 90 anos, Filhas de Jó vem promovendo ativamente amizade e serviço. E leva esse nome por se basear no Livro de Jó, em particular, uma referência feita no capítulo 42 que diz: “E em toda a terra não se acharam mulheres tão formosas como as Filhas de Jó”. Está presente em vários países: Brasil, Estados Unidos, Canadá, Austrália e Filipinas.

Para se tornar uma filha de Jó, é preciso passar por uma iniciação. Iniciações são sessões solenes, cerimônias significativas apresentadas pelos membros do Bethel. Os pais são bem-vindos em iniciações e em todas as reuniões.

Todo o funcionamento de um Bethel é regulado por uma Constituição, um Regulamento e um Estatuto, e na parte ritualística por um Ritual, adornos, paramentos e símbolos. Todos os detalhes relativos às seções ritualísticas e reuniões do Bethel, bem como o comportamento dos seus membros, estão estabelecidos e detalhadamente contidos na sua Constituição, que é a lei maior e geral de todos os Betheis.

As reuniões são realizadas de acordo com um Ritual, devendo tal palavra ser entendida como o conjunto de procedimentos para realização de um evento. Nada em nosso Ritual vai de encontro às leis brasileiras e nem a qualquer religião. As reuniões seguem uma longa tradição da ordem. Os membros usam vestes tradicionais gregas, símbolos da democracia e da igualdade. As reuniões são realizadas duas vezes por mês. Os programas são planejados e realizados pelos membros com a ajuda de voluntários adultos, que integram o Conselho Guardião do Bethel.

O que é preciso para ser uma Filha de Jó?

1º: Ter entre 10 anos completos e 20 anos incompletos. Se tiver 20 anos completos ou mais, poderá participar do Conselho Guardião do Bethel, que é o grupo de adultos que dá suporte para as Filhas de Jó em cada Bethel, desde que preencha o 2º requisito, que se segue:

2º – Possuir parentesco com Maçom, Filha de Jó ou Membro de Maioridade das Filhas de Jó, parentesco este advindo de sangue (ser filha, irmã, neta), lei ou casamento. Não existe a possibilidade de “apadrinhamento” ou “indicação” de Maçom, Filha de Jó ou Membro de Maioridade que supra esse parentesco. Se não tiver o parentesco, ainda que distante, não poderá ser iniciada.

Membros de um Bethel:

O Bethel possui o Conselho Guardião, formado por maçons, suas esposas, mães e pais de Filhas de Jó, irmãs (maiores de 20 anos) de Filhas de Jó e Membros de Maioridade (são Filhas de Jó que possuem mais de 20 anos) da Ordem que ajudam as Filhas de Jó na realização de seus trabalhos e por esse Conselho passam todas as decisões que as moças venham tomar. Tem o dever de apoiar os membros e participar de todos os eventos e trabalhos ligados à área administrativa, constitucional e ritualística do Bethel, sem interferir nos mesmos.

Cargos:

– Os Cargos escolhidos por votação são:
Honorável Rainha, Primeira Princesa, Segunda Princesa, Guia e Dirigente de Cerimônias.
– E os cargos nomeados pela Honorável são:
Capelã, Secretária, Tesoureira, Musicista, Bibliotecária, Primeira Mensageira, Segunda Mensageira, Terceira Mensageira, Quarta Mensageira, Quinta Mensageira, Primeira Zeladora, Segunda Zeladora, Guarda Interna, Guarda Externa e Coral.
– Membros do Conselho Guardião:

Guardiã do Bethel, Guardião Associado do Bethel, Guardiã Secretária, Guardiã Tesoureira, Guardiã Musicista, Guardiã Diretora de Épocas.

Atividades Desenvolvidas:

As Filhas de Jó desenvolvem várias atividades ao longo de cada gestão administrativa (que duram seis meses cada). As principais são: filantropia, eventos para arrecadação de fundos, cerimônias públicas para divulgação da Ordem e comemoração de datas especiais e eventos de integração (como retiros e confraternizações). As próprias Filhas de Jó ficam responsáveis por toda a elaboração, organização e execução das atividades, sendo sempre assistidas pelo Conselho Guardião do Bethel.